O puerpério

Quando meu filho tinha apenas 2 meses escrevi um texto que falava da minha surpresa em descobrir durante o puerpério como o amor de mãe é sem limites, sem cerca e sem marcas.  O amor de mãe é como um cerca que não é fixa e está sempre aumentando um pouco mais.

Percebi que sempre podemos dar um pouco mais das nossas forças para amar nossos filhos. Mesmo estando muito cansadas nos sacrificar e amar um pouco mais.

O puerpério pode ser um dos períodos mais cansativas da vida de uma mãe. Nosso corpo está produzindo hormônios para a amamentação, retornando e equilibrando o que foi gasto na gestação. Além disso nossos bebês dormem pouco, são frágeis e precisam de atenção quase 100% do tempo.

Nosso emocional devido aos hormônios e toda essa nova experiência está um turbilhão e nos sentimos realmente esgotadas em vários sentidos. Enfim, realmente é um período delicado. Porém, ouso dizer que proporcionalmente à dificuldade da fase é o amor que cresce em nós pelos nossos filhos.

Quanto mais damos para eles, mais estamos amando e sentindo que isso que sentimos por eles é diferente de tudo que achamos conhecer sobre o amor. Esse é o verdadeiro amor, dar nossa vida em favor de outra pessoa.

Mas, como podemos perceber esse amor crescendo durante o puerpério? Baseado na minha própria experiência e no que acredito tenho algumas dicas para você mamãe.

Aproveite o momento e o puerpério

teste do olhinho 300x200 - O puerpério - Como passar esse período

Como os dias podem ser difíceis nos primeiros meses do bebê, podemos nos pegar contando os dias e desejando que isso tudo passe logo, que nosso bebê seja mais independente ou que ele durma logo para podermos descansar. Claro que nada disso é propriamente errado. Mas, contar os dias para o puerpério acabar pode atrapalhar você perceber como esse momento é único! Seu filho nunca vai ser tão pequeno e depender tanto do seu amor como esses primeiros meses.

Por mais que pareça loucura, você vai sentir faltar de balançar ele e segurá-lo no colo por algumas horas. Você nunca vai estar tão conectada fisicamente ao seu filho como na fase da gravidez e esse ultimo período de pós parto. Portanto, em vez de lutar e nadar contra a maré, relaxe e boie um pouco nessa água turbulenta, mas cheia de uma paisagem linda e mágica que é o puerpério e aproveite o tempo com seu bebê.

No puerpério, conheça uma nova forma de amar

17818460305cd54b08b6808 300x300 - O puerpério - Como passar esse período

Temos a tendência de achar que amamos uma pessoa quando sentimos vontade de ver, de estar junto e um sentimento meio abstrato e difícil de explicar. Mas, quando nos tornamos mães podemos descobrir que amar é muito mais do que isso. Claro que sentir vontade de ver e a dificuldade de explicar faz parte, mas o amor verdadeiro, é algo mais.

Quando você passa uma semana sem dormir, acorda de 3 em 3 horas para amamentar, seu corpo está exausto da recuperação da cesárea (ou parto normal) e a única que você que precisa é descansar. Mas seu filho chora, pedindo que alguém dê à ele um colo, um leite, um alento nesse mundo todo novo pra ele e você levanta para dar isso à ele. Isso é amor!

Você decide se sacrificar por ele, sacrificar sua noite de sono, sua rotina equilibrada, seu casamento cheio de programações e até seu próprio corpo. Dói esse sacrifício, mas o amor aumenta. E sempre pode aumentar um pouco mais!

Se prepare antes do bebê nascer

imagem recortada de mulher gravida dentro de casa em casa 171337 7095 300x200 - O puerpério - Como passar esse período

Se você ainda está grávida, provavelmente já ouviu falar sobre o puerpério. Através de alguém da família, amigas, obstetras ou internet. A verdade é que se preparar para esse momento é muito importante, preparar marmitas, deixar combinado alguma ajuda com a família, diaristas, amigas e criar a maior rede de apoio que puder.

Mas, tudo nesta fase será muito novo e por isso você e o bebê precisarão de tempo para se adaptarem. Portanto, além de toda preparação que você pode criar, tenha paciência com esse momento novo. Suas emoções se ajustarão, seu bebê irá se adaptar e tudo vai melhorar.

Mas, e quando você estiver muito cansada?

burnout materno cansaco esgotamento filho 800x473 300x177 - O puerpério - Como passar esse período

Quando você achar que não dá mais conta, peça ajuda. Mãe também não é de ferro! O papai pode cuidar do bebê durante o dia para você dormir? Ótimo. Aproveite! Afinal cansaço não é frescura, realmente precisamos nos recuperar e o puerpério exige muito de nós. Já ouviram falar em Burnout Materno? Espero escrever mais sobre esse tema no próximo post.

Por enquanto fica aqui meu incentivo e os meus parabéns para nós mamães que amamos sem marcas.

Amélia Ariel

Escrito por

Amélia Ariel

Amélia Ariel, mãe do Tito de 3 anos, formada em Publicidade pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. *Amélia é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Mamãe Hero.